O mundo online é frequentemente chamado de mundo virtual, ou seja “Que existe somente como efeito de uma representação ou simulação feita por programa de computador (museu virtual; realidade virtual)“.

É interessante que Saussure dizia o mesmo da língua em relação à fala.

Nos relacionamentos offline estamos expostos a todo tipo de realidade virtual construída pela malícia, informações incompletas e dissimulações.

Quando nos expomos a contatos online há o agravante de não vermos a outra pessoa, mas nos contatos offline não temos acesso a informações como blog, amigos no Facebook, comunidades no Orkut, histórico profissional e escolar do Linkedin.

Tanto online quanto offline estamos sujeitos a enganos e não devemos nos deixar enganar pela falsa sensação de segurança de um olhar amigável offline: as janelas da alma podem ser cobertas por vitrais coloridos.

O que tento demonstrar é que o mundo online não é menos real do que o offline.

Uma conversa por telefone não é menos virtual que um chat online e o chat não é menos real que uma conversa offline. Em todos os casos há uma interação real entre humanos com níveis maiores ou menores de dificuldade para esconder as verdadeiras intenções caso haja dissimulação.

Conforme vamos colonizando o mundo online vamos criando códigos de comportamento que, ao meu ver, tornam os contatos online mais seguros e menos vulneráveis a dissimulações que os contatos que só ocorrem offline, mas isso é assunto para outros emails.

A questão aqui é o conceito de real e virtual online e offline.

Um jogo onde interagimos com a inteligência artificial computadorizada é um jogo virtual, já um World of Warcraft ou Second Life são interações sociais reais que ocorrem em ambientes virtuais, mas as pessoas são reais. Podem ser mentirosas, mas são reais.

E a cada dia as pessoas são menos mentirosas pois o custo da mentira online é mais alto do que o da mentira offline: quando descoberta ela se propaga exponencialmente por todas as redes sociais online de que participamos.

Compreender que o ciberespaço é uma realidade online assim como as relações offline muitas vezes podem ser virtuais é importante para transitarmos em segurança tanto pelo mundo online quanto pelo offline reconhecendo o que é real e virtual em cada caso.

Uma vez online desconfie de quem não participa de redes sociais, não mantém um blog, não existe no Google e não tem amigos online, essa pessoa é como o extranho que nos aborda na rua, quem o seguirá até uma rua escura ou um chat descontraído?

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais