O post mistura três tipos de robôs bem diferentes, mas serve para estimular reflexões sobre a era da IA ao mostrar que grande parte dos acessos a sites e até mesmo quase um quarto dos tweets ano passado foram gerados por robôs.

Os robôs ainda não são feitos para trabalhar colaborativamente gerando problemas como o citado mais abaixo com as correções circulares da Wikipedia.

A lição é que a IA já é uma realidade, mas tem que crescer muito e precisará de muita “mente de obra”. Oportunidade tanto para adolescentes quanto para os mais crescidinhos.

Até 4,7 milhões das mudanças que se fazem na enciclopédia digital são correções que programas de computador fazem continuamente

Source: A guerra dos robôs se trava na Wikipédia | Tecnologia | EL PAÍS Brasil

Salvar

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais