Scrambling to turn out its first mass-market electric car, the automaker set up multiple assembly lines and is changing production processes on the fly.

Source: Inside Tesla’s Audacious Push to Reinvent the Way Cars Are Made

O esforço audacioso para reinventar a forma como carros são construídos a que o título se refere de acordo com a matéria parece ser fruto do equívoco de Elon ao inverter a estrutura de mecanização das linhas de produção e praticamente eliminar a mão de obra humana.

No entanto é possível que, movido pelo viés desse século e pela predisposição de abordar o mundo como um sistema eternamente em versão beta, Musk tenha apenas seguido o que fazia mais sentido para ele e, por acaso, esteja sendo obrigado a fazer um tipo de startup da construção automotiva, que aliás pode ser aplicado a qualquer ramo da engenharia.

A estratégia da Tesla parece ser a mesma que impulsiona as startups: criar no caos da produção conforme as necessidades e falhas vão surgindo.

Pessoalmente sou crítico das metodologias ágeis. Em grande porte por causa das décadas de treinamento na análise de sistemas clássica (estruturada e orientada a objetos), no entanto a parte memética de mim não pode deixar de achar interessante.

Essa estratégia que mais parece com tentativa e erro é profundamente evolutiva e, mesmo que a Tesla fracasse comercialmente, estabelece novos padrões de evolução industrial.

Fascinante…