Imagem da Rainha das Sombras do filme Mirror Mask

Rainha das Sombras – Clique para ver a fonte

As manifestações que o planeta tem assistido desde 2011 frequentemente são alvo de crítica por sua má organização e falta de foco.

Elas são vistas como movimentos, mas talvez essa não seja a melhor forma de vê-las, talvez elas não sejam um ou vários movimentos.

Tenho dito que são afloramentos de um meme que cresce pelo que chamo de redes de comunicação subterrâneas (papos online e offline que não conseguimos perceber) e Castells talvez as definisse como sintomas da combinação de indignação e esperança.

Ontem me ocorreu que elas podem até ser produzidas assim, mas isso não define o que elas são.

Da mesma forma que podemos injetar vacinas em nosso organismo essas manifestações podem cumprir o papel de pistolas que injetam novos memes na sociedade.

Esses memes são exatamente os que Castells destaca muito bem em seu livro mais recente (Redes de Indignação e Esperança) e se reúnem em torno de um novo tipo de democracia menos representativa e mais direta.

Esses novos memes parecem estar se combinando (e Castells chega a citar isso) para formar um novo ator global, um tipo de consciência coletiva construída pelo tráfego livre de ideias pelas redes de comunicação subterrâneas: a sociedade se torna um tipo de indivíduo coletivo.

Resta saber se isso está ocorrendo de fato e se esse indivíduo será “inteligente” o suficiente para influenciar os outros poderes para obter a conquista mais crítica do nosso tempo: a manutenção do nosso ecossistema e das condições de vida.

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais