Imagem lado-a-lado do sistema de mapas da Google com o da Apple em 2012

Mapas Google e Apple (fonte: Gizmodo.com)

Esse não é um post comprarando os dois sistemas de mapas, para ver um bom artigo sobre isso (em Inglês) clique na imagem acima.

A minha impressão é que mapas são essenciais para o sucesso de uma plataforma móvel.

A Google tem todas os recursos para ser capaz de fazer o melhor sistema de mapas, mas creio que ela vinha desfavorecendo as versões para iOS deixando assim os dispositivos Android com uma grande vantagem.

Talvez a Apple tenha se precipitado, talvez tenha debaixo da manga planos para melhorar muito rapidamente seu sistema de mapas, mas ela provavelmente fez o certo ao se desvincular logo da Google.

Interessa à Google fazer versões iOS ótimas de quase todo o resto dos seus serviços, mas os mapas são estratégicos….

Celulares estão virando sinônimo de smartphone e eles são dispositivos de conexão e de integração das realidades online e offline tornando-as uma coisa só. Celulares digitalizam o mundo offline e materializam o mundo online e isso está no centro da estrutura da sociedade hiperconectada.

Ou seja: um celular precisa ser uma ponte eficente entre online e offline.

O iPhone tem ainda muita força apesar do sistema dele (o iOS) realmente não dar mais possibilidades ao usuário que o Android (indico iPhone para muita gente, mas não vejo perspectivas de eu mesmo usá-lo).

Se fosse esperar perder a força atual conforme o consumidor percebe que pode gastar 1/3 de um iPhone e ter tudo que ele precisa de um Smartphone e até algumas coisas que não teria no iPhone provavelmente a Apple ficaria para sempre presa aos mapas da Google.

A dúvida é: o iPhone é forte o suficiente no mercado e a Apple será rápida no aprimoramento dos seus mapas?

Francamente, espero que sim. Os dois sistemas são excelentes e não existe evolução sem seleção.

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais