Há poucos dias perguntei quem iria governar caso Bolsonaro fosse eleito pois era óbvio pelas entrevistas e declarações do candidato que ele não tinha nem os conhecimentos e nem o pulso necessário para assumir um governo.

O vídeo de Paulo Ghiraldelli não apresenta argumentos, mas faz uma lista que parece bem coerente e é preocupante para quem entende que uma estrutura capitalista forte e atual é essencial para o desenvolvimento do país.

Quando um político tem os conhecimentos e pulso necessários para a carreira política as suas ação são uma combinação dos seus projetos políticos de da pressão das suas alianças e, principalmente, financiadores.

No caso de Bolsonaro podemos esperar um controle completo dos seus financiadores que seriam (de acordo com Paulo Ghiraldelli):

  1. Algumas religiões organizadas
  2. Mineradoras
  3. Indústrias armamentistas
  4. Ruralistas

Tragicamente toda essa estrutura capitalista pertence a um modelo fadado ao fracasso.

Vivemos a era da economia digital, do capitalismo cognitivo, em que os grandes valores são ciência, tecnologia e conteúdo.

É a era da Apple, da exploração espacial (em breve), do streaming.

O capitalismo moderno precisa de funcionários recebendo bem, de igualdade social, de direitos iguais para que todos possam consumir bens que não são essenciais para a sobrevivência.

Os países que não entram no clube de consumidores digitais está fadado a ser campo de mão de obra barata para produzir bens de consumo luxuosos para os outros países.

Nenhum dos outros candidatos está tão comprometido com forças tão nocivas para o nosso capitalismo, nossa economia.

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais