Imagem: captura do vídeo

Assista antes de continuar a ler.

Infelizmente não é tão simples quanto gostaríamos… a pessoa com sinais de viver na rua se encaixa em estereótipos que alertam para perigo.

Além disso quem vive na exclusão já aprendeu que é vista como outro tipo de pessoa e, frequentemente tem raiva e oferece perigo…

Mas não podemos simplesmente aceitar que seja assim.

Há poucos meses testemunhei (e fiz parte) das tentativas de uma dona de café chique acolher uma pessoa de rua, adulta. É uma interação complicada. Felizmente foi tudo bem, mas tenso para a dona do café e muito mais para a pessoa de rua.

Temos que rejeitar os estereótipos, mas isso é pouco, precisamos mesmo é evitar que pessoas sejam deixadas à margem da sociedade.

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais