Esse é um esboço de ideia que decidi compartilhar para ver se há eco.

O insght veio de um artigo sobre as domésticas e diaristas modernas que, indo contra os obstáculos agora fazem faculdade, vão a academia, compram carros e até casas.

Diante das dificuldades que encontramos no Brasil podemo até dizer que o aumento do poder aquisitivo dessas moças é um ato de desobediência civil: em vez de usar os obstáculos como desculpas para sua inércia levantaram a cabeça e saltaram por cima deles.

É consenso geral que a Educação é a chave para o desenvolvimento humano e que os governos não estão atendendo as nossas espectativas (e os candidatos atuais não parecem dispostos a mudar isso).

Que tal então levarmos a desobediência civil às últimas conseguências?

Estou falando na sociedade civil (vc, eu, a diarista da sua mãe) se organizar para um ensinar ao outro em um esquema de banco de horas como o que a @Maffalda vem preparando.

Na prática: Você sabe muito de economia doméstica, como poupar etc. Dá uma hora de aula sobre isso por semana para uma turma de 60 alunos que lhe pagam com 1h do tempo deles.

Todo mundo tem alguma habilidade que nõs não temos ou faz algo mais rápido que nós.

Nesse estágio a ideia tem um problema pois é uma certa exploração já que você entrega uma hora e recebe 6. Talvez seja mais justo trocar uma hora de aula por uma hora de algum dos alunos… Aliás, acho que está resolvido o problema 🙂

Eu gostaria de dar uma hora de aula por semana e receber uma hora imersão em uma das chamadas comunidades carentes que, sinceramente, mereciam outro nome, algo como comunidades esquecidas ou desprezadas.

Mas não é só isso que pode ser oferecido em troca, e não precisa ser apenas para comunidades esquecidas! Um grupo pode dar aula de constituição, direitos civis e política para médicos, engenheiros etc.

A troca de conhecimento e serviços pode ser aplicada a todas as classes sociais, culturais e econômicas.

Esse é um esboço, quem mais acha viável? Quem gostaria de trocar uma hora por semana? Quem sugere formas de organizar e viabilizar isso, de preferência em uma estrutura de inteligência coletiva?

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais