Em abril do ano passado falamos nisso no post Limitação do volume de dados da banda larga fixa #InternetJusta. Lá já tem um vídeo meu e explicações mostrando que não há justificativa técnica para impor esse tipo de limite. Tem também um vídeo de especialistas mostrando quanto cada perfil de usuário precisa de dados por mês. Por exemplo, você só joga, você assiste um episódio no Netflix por dia…

Qualquer criança é capaz de entender.

Pelo jeito o Kassab não entende. Os Youtubers que estão pedindo seu afastamento do ministério de ciência e tecnologia tem alguma razão.

Se no ano passado a tentativa de impor limites à banda larga veio do presidente da Anatel, que foi afastado depois da intensa mobilização online, agora foi um ministro que, desajeitadamente, deixou escapar o plano de limitar a Internet no segundo semestre, aqui:

E por que estão cercando tanto a Internet se no ano passado já houve tanto barulho que o presidente da Anatel foi afastado?

Bem… Faço minhas as palavras de várias pessoas mais abaixo:

  • As telecoms querem ganhar mais gastando o mínimo (ou meio que gastando nada…)
  • A limitação prejudicaria muito as vozes das classes mais mobilizadas politicamente no Brasil hoje (CDE)
  • Seria bom para a grande mídia (jornais, revistas, TV, TV a cabo) que perdem espaço para conteúdo da Internet
  • Pequenas iniciativas inovadoras poderiam ser prejudicadas garantindo que não surjam concorrentes para os Facebooks da vida (quebrando-se a neutralidade e oferecendo FB grátis, por exemplo)
  • Há quem pense que o sucateamento da educação e das pesquisas científicas e tecnológicas são propositais. A Internet é uma via de escape onde as pessoas podem ter acesso tanto a financiamento coletivo quanto a ensino de qualidade.
  • Resumindo: Internet livre é maravilhosa para a população e péssima para quase todo o resto…

A Nilce do Cadê a Chave / Coisa de Nerd fez um dos melhores vídeos resumindo causas e efeitos como o comprometimento do governo e da mídia com as grandes interessada, o perigo que a Internet representa para os políticos ao nos dar voz etc.:

O vídeo da Peixe Babel continua sendo, na minha opinião, o mais claro para leigos (ela é especialista da área: TI e Robótica):

Tenho pouco a acrescentar, não é?

O ponto mais importante eu creio que a Nilce já colocou no final do vídeo dela: eles não vão parar de tentar e certamente veremos um crescimento de artigos na mídia tradicional procurando nos convencer que existe algum sentido, alguma lógica em limitar o fluxo de dados da sua banda larga.

E aí me valho do exemplo que a Peixe Babel usou (de estradas) para explicar que, quando compramos banda larga estamos alugando pistas em uma estrada. Em termos mais práticos, se você contrata 10Mbps tem que ter um cabo capaz de transportar 10 megabits por segundo para sua casa. É por isso que você paga e não pelo fluxo de dados que não é produzido pela provedora de acesso. Se você não usar seu cabo não faz sentido pagar menos porque o cabo continua lá, se você o usa o tempo todo também não faz sentido pagar mais porque continua havendo apenas aquele cabo chegando na sua casa. Você já está sob o limite de 10 megabits por segundo e não poderá transferir, por exemplo, 11Mbps.

Bem, vamos acrescentar aqui algumas outras reações começando pelas mais recentes e terminando em outras do ano passado:
https://youtu.be/lZ319n8IkAo
https://youtu.be/Da5xyic1uHw (entrevista com Kassab 10/01/17)
https://youtu.be/r-hArJB28JE (Presidente da Anatel recua – Jovem Pan)
https://youtu.be/QWy3rf03yLM

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais