Ansiedade com certeza é um dos maiores espectros que nos assombram no século XXI e realmente não faltam razões para isso.

No entanto tem muita ansiedade que podemos evitar, mas o próprio medo de sentir ansiedade acaba nos levando a não tomar medidas simples que nos dariam tranquilidade.

Faço essa introdução por causa dos olhares ansiosos e assustados que recebo de volta sempre que falo com alguém que é importante ter senhas seguras.

Talvez nem seja tão sério para você, mas simplesmente porque sua solução foi anotar algumas senhas num caderno ou parar de se preocupar com isso.

Funciona se tivermos a sorte de nunca acontecer algum problema que cause ansiedade.

Este é um post anti ansiedade, então não vou falar no que pode acontecer de errado, vou apenas compartilhar contigo alguns jeitos simples e rápidos de você poder acrescentar a segurança dos seus logins na lista de coisas que geram tranquilidade.

Já escrevi sobre isso antes nos artigos Como fazer a senha perfeita e no Heartbleed: Está na hora de levar a sério suas senhas, mas eles são antigos e surgiram algumas novidades. Nem precisa lê-los, mas se você é uma pessoa curiosa pode gostar de dar uma olhada para seis anos no passado…

Senhas para sua tranquilidade

A fórmula é simples:

  • Uma senha para cada lugar (FB, Instagram, cada e-mail, jornal, loja, etc.);
  • Sequências que não tenham lógica tanto para você não ter que gastar neurônios para lembrar delas, quanto para não correr o risco de alguém descobrir sua lógica e roubar suas senhas;
  • Que não precisem ser anotadas em algum papel ou arquivo que possa ser perdido… ou achado pela pessoa errada.

Talvez dê para resumir numa única frase:

“O sistema ideal de senhas é um em que sejam únicas, não precisem ser anotadas e que você não tenha que memorizar”

Roneyb, 8 de agosto de 2020

O único obstáculo real entre você e uma vida tranquila com as suas senhas está em descobrir como confiar em alguma coisa que guarde suas senhas digitalmente, mas é mais fácil guardar senhas digitalmente do que num papel, pensa bem!

Todas as dicas que vou passar permitem que você faça uma cópia das suas senhas em um arquivo que você pode guardar de forma segura na nuvem, num HD, num pendrive ou em tudo isso ao mesmo tempo.

Como funciona na prática?

Qualquer que seja a solução que você escolha sua relação com as senhas será mais ou menos assim:

Criar uma senha para se cadastrar numa loja, streaming etc:

  • Digita seu login;
  • Dá dois cliques para gerar uma senha;
  • clica em criar a conta e o login e senha serão guardados no gerenciador para quando você precisar.

Logando em um serviço:

  • Clica em um botão no navegador;
  • Digita a senha do seu gerenciador (a única que vc terá que decorar) ou usa biometria como seu rosto ou digital;
  • Manda preencher o login e senha;
  • Clica em logar.

Isso mesmo que você tenha logins e senhas em centenas de sites ou serviços (aposto uma curtida na sua página se você não tiver mais de 100!)

Para paranoicos – Um gratuito, um pago e um misto

É como guardar num caderno ou em um documento no seu computador ou armazenamento na nuvem (Dropbox ou SpiderOak, por exemplo), mas protegido de qualquer acidente ou intruso.

  • KeyPassXC: é um aplicativo open-source, portanto, além de mais uma garantia de segurança, é gratuito. Você tem que guardar seu banco de dados no seu próprio espaço de armazenamento como HD, pendrive ou armazenamento na nuvem em que você confie;
  • Dashlane: Só tem versão paga, mas permite guardar o banco de dados de senha em um dispositivo seu.
  • BItwarden: Também open-source. O arquivo de senhas pode ser guardado localmente, num armazenamento na nuvem da sua preferência ou no armazenamento deles online gratuitamente. As versões pagas no modelo de assinatura oferecem 1GB para armazenar documentos como imagens, pdfs etc.

“Mas, cara, isso dá trabalho” – Para despreocupados que só querem paz (e não querem pagar nada)

Concordo muito com isso de não ter trabalho, viu? Tanto que a solução que eu uso não é para paranoicos.

A solução mais fácil de todas é usar o seu navegador (Chrome, Brave, Firefox, Opera, Safari etc) já que os principais tem a capacidade de gerar e armazenar as senhas, inclusive salvando na nuvem e sincronizando com o mesmo navegador instalado no seu tablet, celular ou outro computador.

Dicas: No Firefox é um pouco mais chato salvar um arquivo com suas senhas. Você precisa salvar a pasta que contém seu perfil. Já o Chrome tem uma opção de menu para salvar as senhas.

Se você não usar o armazenamento na nuvem é bom usar a dica acima para guardar suas senhas de vez em quando.

– Mas se posso guardar minha senha na nuvem de graça então eu é que sou o produto, né? – Sim! Você está certíssimo, certíssima, com toda a razão!

Em geral o que o criador do navegador vai querer é seu e-mail e comportamento online. Eles não estão interessados em suas senhas e seria um tiro no pé usá-las. Talvez o serviço de armazenamento online de senhas do Safari/Apple te use um pouco menos, afinal você na verdade está pagando por ele, bastante, e a Apple já tem suas informações de perfil de consumidor(a).

Se os navegadores já fazem tudo para quê um gerenciador?

Bem… Porque eles não fazem tudo.

Você pode querer usar mais de um navegador e não vai querer ficar copiando e colando senha de um para o outro.

Vários dos gerenciadores de senhas (LastPass, 1Password e Dashlane entre eles) também avisam quando você usa a mesma senha em mais de um site, quando a senha é antiga demais, quando houve um vazamento de senhas de um determinado site e é melhor trocar sua senha lá.

Como é a migração para um gerenciador de senhas?

Você não precisa fazer tudo em um dia.

Depois que você escolhe e passa a usar um gerenciador ele vai começar a guardar suas senhas a cada vez que você logar em um site e, no começo, você vai acabar ficando com várias senhas duplicadas ou muito simples guardadas e aí o recurso de identificar isso se torna importante.

Não precisa de ansiedade, viu? Você está no caminho. Pode ir aos poucos e logo suas senhas estarão organizadas e seguras.

Para não paranoicos, mas exigentes – As soluções “normais” – Uma gratuita e uma paga

Por normal, aqui, quero dizer as são suficientemente seguras para a enorme maioria de nós.

  • LastPass: Esse é o que eu costumo indicar para quem precisa de um gerenciador de senhas, mas não pode pagar por isso. O modelo de negócios deles é que você se acostume a usá-lo para mais do que guardar senhas e decida pagar para ter 1GB de armazenamento na nuvem deles. Além de logins e senhas você pode guardar dados de redes wifi, de cartão de crédito, passaportes, documentos. A versão paga não é muito cara: 36 dólares por ano.
  • 1Password: É colocado entre os três melhores na maioria das análises, mas funciona por assinatura e não é barato: US$3.00/ mês individual e US$5.00/mês para famílias de 5 pessoas. Também guarda documentos, passaportes etc oferecendo 1GB de espaço e tem alguns outros recursos curiosos como “esconder” uma parte dos seus dados quando você viajar por países perigosos para não correr o risco de te obrigarem a fornecer a senha e ter acesso a dados sensíveis. Ele só não é nível paranoico porque sempre guarda seus dados na própria nuvem.

Photo by Tonik on Unsplash

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais