Imagem: Artigo original na Time

Decidi guardar como exercício de leitura crítica.

Tem informações boas como a questão de comermos carne desde sempre (200 mil anos de homo sapiens e uns milhões dos nossos antecessores), a coincidência dos nossos problemas de saúde com o advento de açúcar carboidratos processados.

No entanto falha em muitos outros pontos.

Nossos problemas de saúde também coincidem com o sedentarismo. Ele precisa ser citado sempre que se falar em alimentação.

A obsessão com a perda de peso também devia ser evitada em artigos sérios sobre saúde. A obesidade certamente é um fator de ameaça à saúde, mas é antes uma consequência de maus hábitos do que uma causa. Simplesmente emagrecer não implica em ter saúde. Um dia ainda veremos a busca por emagrecimento como vemos hoje a trepanação para tratar enxaqueca.

Provavelmente a fórmula “mágica” para a saúde é simplesmente eliminar alimentos processados, não passar fome (comer os nutrientes necessários a cada refeição) e praticar mais de meia hora de exercícios diariamente.

Outro fator ignorado pela matéria é a importância da flora intestinal e o papel de certos alimentos em sua cultura ou dano.

A eliminação dos processados é simplesmente porque nosso organismo não está equipado para medir as quantidades necessárias de cada um deles.

Most of us omnivores could use more plants in our diet. But when it comes to health, a strict vegan diet may be overkill.

Source: You Asked: Is a Vegan Diet Better? | TIME