Imagem: Amazon

Comentários a esse post no Medium: How To Make Quantum Leaps Personally And Professionally

Parece haver um consenso comum de que o leitor precisa ser seduzido falaciosamente. Discordo veementemente e considero ainda uma forma de, como aliás o artigo destaca, diminuir o leitor ao lhe impor o papel de “incapaz de identificar um bom texto racionamelmente”.

Se contornarmos os artifícios do artigo para nos seduzir encontramos um ótimo conteúdo que nos fala de uma habilidade vital diante da intensa transição de paradigma que vivemos: capacidade de transformação.

A “fórmula” é simples:

  1. Compreender que os papéis que decidimos encarnar e aqueles que nos atribuem tem enorme influência física em psicológica em nós, logo, se temos um objetivo que exige certas qualidades, devemos atuar como se as tivéssemos e nos cercar de pessoas que vejam em nós essas qualidades.
  2. Devemos nos alimentar com conhecimento e práticas que realmente nos ajudem a desenvolver essas qualidades. O artigo não destaca isso suficientemente.
  3. Dedique-se energicamente ao seu objetivo, claro.

Há um alerta aqui que devemos dar para todo texto de auto-ajuda (me sinto obrigado a enquadrar o artigo acima nessa categoria): Muitas vezes definimos péssimos objetivos. Como “Ficar magro (ou magra)” por exemplo, em vez de desenvolver hábitos saudáveis.

O texto tem ainda quatro perguntas úteis que devemos nos fazer:

  • Que influência você deseja exercer sobre quem está ao redor?
  • Quem você precisa ser para atingir seus objetivos?
  • Qual será sua voz?
  • Qual é o seu papel?

Como todo texto de auto-ajuda falta outro alerta, o de que diversos fatores profundamente enraizados em sua personalidade em sua infância e adolescência podem dificultar muito a meta de viver outros papéis.

Sim, quando somos capazes de seguir essa “fórmula” teremos sucesso em mudar muito nosso perfil e até personalidade, mas pode não ser tão simples.

O início do artigo parece estar lá para nos convencer a lê-lo, mas é útil: nossa própria disposição física e saúde podem ser intensamente transformadas pela forma como nos vemos e somos vistos.

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais