Estava conversando em um post no Facebook sobre o problema das religiões e por que algumas pessoas as combatem furiosamente e acabei achando que deveria escrever o que segue.

“Quando a Revelação substitui a investigação ”

Está no vídeo abaixo e é a chave para entender o problema diante de nós.
Isso já aconteceu antes (no século XII atirando uma cultura brilhante nas trevas até hoje) e está acontecendo de novo nos EUA e aqui no Brasil.

[youtube]6oxTMUTOz0w[/youtube]

A revelação é um dispositivo que permite que um indivíduo ou grupo isolado possa construir um conjunto de certezas contrário a tudo que é natural ou sensato e impô-lo a todas as outras pessoas.

Não são apenas os negros, os judeus, as mulheres, os homossexuais ou as religiões inimigas que perdem, é nossa civilização e, pior ainda, nossa capacidade de sobrevivência que são ameaçadas mais seriamente.

Para sustentar as revelações que se opõe ao mundo real esses grupos e indivíduos precisam negar a ciência, a razão e a liberdade de pensamento.

Você percebe o perigo disso? Pense nos literalmente bilhões de vidas que salvamos nos últimos 300 anos em que tivemos o pensamento cada vez mais livres dessa forma de fé que coloca as revelações individuais acima da investigação.

No vídeo Neil deGrasse Tyson nos deixa a pergunta alarmante de como 15% das mentes mais brilhantes do planeta ainda acreditam em um Deus pessoal (na população em geral nos EUA são 90%) e somente nesse ponto não concordo plenamente com ele e outros mais radicais (Neil na verdade é muito moderado).

Vejo diversas formas saudáveis de crer em um Deus pessoal (que seria basicamente um Deus que te vê e te escuta) e muitas outras ainda de crer em um Deus impessoal. Mas em nenhuma delas o crente coloca a observação das evidências e sua análise por um método que verifique suas revelações abaixo da sua intuição.

As religiões podem nos agregar, a religiosidade pode nos dar modelos utópicos para nosso desenvolvimento pessoal (nunca para o desenvolvimento coletivo) e creio que devemos tentar fazer o que pudermos para lhes devolver essas nobres qualidades pois hoje elas tem se tornado sérias ameaças à moral e à nossa busca de um mundo mais humano.

Tirinha no início do texto:
A Day at the park (leia!)

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais