Já falei do Café 22, um evento para estimular o copartilhamento de conhecimento sem precisar de recursos especiais, há uns sete meses quando ele estava em sua segunda edição.

Agora é hora de voltar ao tema depois de ter assistido e ajudado a construir 5 edições.

Um dos principais objetivos do evento é estimular as pessoas a pensarem em suas paixões e deixar o papel de espectadores do mundo para serem atores ao compartilhar seu conhecimento não só numa roda de papo com amigos, mas com quem tiver acesso à Internet (as falas são filmadas e colocadas online).

Em outras palavras: no mundo perfeito se fossem 30 pessoas teríamos 30 falas propostas de onde os participantes elegeriam as 6 para serem apresentadas naquela edição do evento.

Esse objetivo não foi atingido ainda. Nunca tivemos mais de seis falas ou menos de 5.

Pode ser que a gente (quem organiza) não tenha passado bem a ideia, mas basta olhar para a quantidade de gente que reclama do mundo, entretando não fala nada online, para ver que realmente a maioria de nós não acredita em sua própria relevância.

Nós humanos ainda não fizemos a transição da era dos espectadores para a era dos atores ou co-autores da própria vida, e talvez essa transição não aconteça naturalmente, sem esforço.

Ao colaborar com o Café 22… Bem, em primeiro lugar estou ao lado de pessoas simplesmente fantásticas com espíritos tão fortes, puros, sábios e/ou sinceros que, sem exagero, me sinto em uma história de fantasia como Senhor dos Anéis ou Seirei no Moribito.

Em segundo lugar o modelo do Café 22 (que é Creative Commons e pode ser copiado) ajuda a mostrar que absolutamente todos nós somos especiais e temos ideias que merecem ser espalhadas.

Se há um futuro para a humanidade creio que ele passa pela compreensão de que cada  um de nós é capaz de colaborar para tecer a malha da realidade em que vivemos.

Por mim só poderia ir a um evento como o Café 22 quem se oferecesse para falar sobre uma paixão, mas os outros organizadores são bem mais bonzinhos que eu 🙂

Assim mesmo pergunto, e você? Não vai fazer o seu AlgumaCoisa22 ou Café_AlgumaCoisa? Vai ficar no sofá vendo tv ou assistindo video cassetadas no Youtube?

A insatisfação com o mundo moderno é praticamente uma unanimidade. Quase todos reclamam dos vídeos que predominam no Youtube, das fotos do Orkut e dos temas alienados que atingem os trending topics do Twitter.

Creio que o mínimo que podemos fazer nesse momento é estimular a criação de grupos que arregaçam as mangas e não esperam o mundo acontecer. Se não temos (não temos mesmo?) poder para tomar as rédeas pelo menos tempos em nossas mãos todo o poder necessario para elevar nossas vozes!

O poder de falar era um sonho absolutamente impossível até poucos anos e hoje está ao alcance de qualquer um (em 2007 pela primeira vez vi um mendigo acessando seu perfil no Orkut).

A propósito sou a favor de grupos como o Café 22 serem abertos apenas no que se refere a colocar os vídeos das falas online: quem vai a um evento desse deve ter paixão, deve estar disposto a falar ou comentar online o que viu.

Outros ecos

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais