Imagem do iPod Touch, o Internet Tablet da AppleAté dois meses atrás o meu treco para acessar a Internet fora de casa era um belo Nokia n810 e agora estou usando o iPod Touch de 8GB.

Se você seguir o link acima verá que eu estava bastante satisfeito com o meu Internet Tablet, mas devo admitir que praticamente o deixei de lado em menos de duas semanas de experiência com o iPod.

O Segredo do iPod (e provavelmente do iPad)

Sim, a tela sensível ao toque dos dispositivos da Apple são bem superiores à de todos os outros que testei, mas toda tela capacitiva é pelo menos agradável, então não é ai que está o segredo.

Aplicativos…

Não se trata simplesmente da variedade enorme de aplicativos disponíveis, a questão é que aparentemente todos os nossos aplicativos favoritos tem versão para iPod/iPad/iPhone, e de graça: dropbox, evernote, leitores de pdf, acesso a bancos, a obra completa de Shakespeare…

O fato é que em uma semana eu já tinha mais aplicativos e fazia mais coisas no iPod do que em um ano explorando o Nokia com o sistema Maemo (versão adaptada do Linux).

Os contras

Não é fácil achar pontos negativos em termos de praticidade de uso, talvez somente o flash faça falta algumas vezes, mas na verdade ele também não roda muito bem no n810.

Um ponto que poderia realmente melhorar é a forma de localizar aplicativos para instalar nele. Algo como subcategorias que nos permitissem listar programas de Produtividade-> Escritório-> Finanças-> Conversão monetária.

Multi-tarefa (não tem): pode ser realmente muito chato ter que esperar 15 minutos para baixar um PDF grande para o seu iPod e não poder fazer mais nada além de apreciar a bela tela capacitiva. Também é desagradável se perder entre a tela de email e uma página web que você tenha aberto de um link em sua caixa postal.

O teclado na própria tela pode parecer estranho, mas tenho sentido tanta facilidade (ou dificuldade) quanto a que tenho com o qwerty do n810 então nem chega a ser uma desvangem de fato, nem sei porque coloquei aqui 🙂

Saindo das desvantagens práticas temos a arquitetura fechada e a política draconiana da Apple X o universo OpenSource e ciberpunk do Google com seu Android. Isso pode fazer a balança pender para o outro lado (e por isso pretendo comprar um celular Android).

A propósito, uma das consequências dessa política proprietária é o bloqueio do bluthooth que só funciona entre aparelhos Apple e mesmo assim só com alguns programas.

Se o seu uso para um dispositivo móvel de acesso à Internet é extremamente nerd e você não tem paciência para crackear o aparelho (ou acha anti-ético) então os produtos da Apple não são para você.

Ah! Claro! O iPod é um produto relativamente barato o que o torna atrativo, mas se você precisa de um dispositivo que reúna telefone e Internet tablet, o primo do iPod, o iPhone, perde pontos no quesito custo x benefício.

Os prós

Se você quer pegar um aparelho e sair fazendo mil coisas nele sem ter que enfrentar uma suave e longa curva de aprendizado esse é o seu aparelho.

O teclado na própria tela pode parecer estranho, mas tenho sentido tanta facilidade (ou dificuldade) quanto a que tenho com o qwerty do n810.

Aplicativos, aplicativos, aplicativos. É impressionante (como disse no começo) a quantidade de aplicativos importantes que estão disponíveis para os dispositivos da Apple.

Ah! Tem o Kindle para iPod, ou seja uma versão para iPad do aplicativo do leitor de livros da Amazon. Apesar de ser bem legível fica meio pequeno, problema que não deve ocorrer com o iPad.

Velocidade.

Realmente, ao não permitir multi tarefa o iPod consegue oferecer uma performance surpreendente na carga e navegação entre páginas web e de outros aplicativos.

Conclusão

Apesar de resistir ao iPhone por achar o preço abusivo se comparado a outros celulares, creio que o iPod oferece uma ótima relação de custo/banefício para quem precisa trabalhar online, faz uso intensivo de redes sociais e tem a necessidade de estar sempre conectado.

Ah! Ele toca música muito bem também 🙂

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais