Comecei a escrever como um desabafo no Facebook, mas foi se desdobrando e, apesar de ser um texto mais característico do meu blog pessoal, que chamo de Galeria de Espelhos, mas cujo link é meu nome (roney.com.br) decidi trazer para cá por ter acabando por enveredar por algumas reflexões sobre a natureza do contágio pelo fascismo.

Bem… Segue o desabafo.

Ai (sem acento, ai de dor mesmo), gente… Vejo a todo momento amigos lidando com parentes e pessoas próximas que ainda insistem no “Ah! O PT…” a cada evidência ou ato de corrupção, desconexão da realidade ou perversidade do governo Bolsonaro.

Só consigo lembrar dos coleguinhas de lares disfuncionais (não que o meu não fosse, mas a leitura me mostrou outros caminhos, obrigado mãe por me apresentar a esses portais) que sabiam que estavam errados, que estavam sendo idiotas, mas achavam isso divertido.

Um bocado de gente confunde “Não tenho como te responder pq não existe argumento para contrapor delírios desconectados da realidade” com “Fiquei sem argumentos diante da sua ‘perspicácia'”.

Esses trolls estão apenas se humilhando, fazendo o papel de bobos da corte que acham que estão desconcertando os outros e rindo quando o que os outros sentem não é desconcerto, é pena, perplexidade e raiva diante de uma pessoa que é próxima, mas se apodreceu moral e intelectualmente.

A raiva é porque percebemos também uma profunda falta de respeito pelos outros.

Responder a argumentos com contorções delirantes e irracionais é desequilíbrio mental ou falta de respeito e quando conhecemos tão bem as pessoas sabemos que não é doença, é falta de respeito mesmo, é dar mais valor ao ódio fascista (ainda que a gente entenda que o ódio fascista seja um vírus memético altamente contagioso) que à família, ao afeto.

É tudo muito triste. Gostaria de estar escrevendo este texto para as pessoas que abandonam suas famílias e amigos para adorar o ódio fascista, mas acabei não fazendo isso porque também estou com pena, perplexidade e raiva.

Aos que se esforçam para reconhecer o fascismo (que infelizmente também tem mostrado tentáculos entre quem se opõe ao governo flagrantemente fascista) desejo força, tranquilidade e afeto, muito afeto!

Sejamos gentis.

Photo by Alex Iby on Unsplash

Pin It on Pinterest

Share This

Compartilhe!

Mande para suas redes sociais